.
.
.
.
.
.
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Feito por www.AllBlogTools.com

Pesquisar Neste blog

terça-feira, 7 de novembro de 2017

MATERIALIDADE X MEDIUNIDADE

Olá irmãos


Que a paz de Oxalá esteja com todos

Desde muito cedo na vida mediúnica aprendemos, que a materialidade deve ficar do lado de fora dos Terreiros, tudo aquilo que é material contamina como um óleo sujo a água pura e cristalina que nós chamamos de Espiritualidade, Porém fica a pergunta até que ponto a Materialidade prejudica nossa caminhada espiritual.
Desde cedo nós médiuns aprendemos a destruir sentimentos puramente materiais como a Vaidade, a Soberbia, a avareza entre outros, e sim nos apegarmos com sentimentos nada materiais a exemplo da Humildade.

A Humildade pilar básico da mediunidade, o princípio de um caminho tortuoso porém de oportunidade únicas, mas quantas vezes não somos pegos comento a “materialidade” de nossos feitos, ou pior ainda “Materializamos” nossas entidade. E isto é um grande erro.
Um dos mandamentos descritos por Moisés é: “Não dizer o nome de Deus em vão”, ora se o Umbandista seguisse isso...  Quantos Exus não são ditos em vão, em postagens de facebook, sem qualquer tipo de finalidade?
Este conceito de Deus Judaico dá base para  filosofia do impalpável, seguinte os três pilares judaico-cristão da Onipresença, Onipotência e Onisciência.  Esta filosofia dá base a Igreja Católica encher seus altares com Santos. Enquanto que Deus não pode ser reproduzido. 

A Umbanda uma religião sincrética que começou seu culto com imagens de santos católicos, ainda vive escrava de “Imagens” e “Arquétipos”.  Não é muito difícil pensadores umbandistas serem contra as imagens católicas, porém se prendem a imagem de resina dos Orixás africanos, ou pior se prendem a materialidade das entidades que incorporam:
Isso prova a deficiência de muitos nós Umbandistas, que incrédulos com a espiritualidade tentamos buscar a todo momento provar e “apalpar” nossa mediunidade, dando pra ela tons materiais, automáticos e muitas vezes grotescos. Não é muito difícil vermos casas de umbanda “padronizando” entidade, todos fumam cachimbo, todos usam bradam a mesma sílaba, todos usam cartolas iguais.  Esta Materialidade é muito prejudicial. Por vezes ressalto a todos, não tornem suas incorporações automáticas, sintam a energia, sintam a presença da entidade, sintam a centelha divina naquele momento em sua aura.

Por vezes também não entendemos, e deixamos que a materialidade nos prejudique, muitos médiuns não aceitam mesmo dentro de uma casa que fiquem desempregados, que tenham doenças, problemas judiciais, entendam irmãos, as entidades falam conosco espiritualmente, quando contaminamos essa comunicação com a materialidade dos fatos, infelizmente nos afastamos e não as ouvimos mais. Uma vida de caridade não nos dá o direito de uma vida sem problemas e aprendizados.
Ora Irmãos não tentamos materializar nosso culto, acreditemos no espiritual, acreditemos no mágico, acreditemos no Sobrenatural,  pois tudo que é muito palpável fica banal, não podemos banalizar nossas entidade, nem nosso culto, tudo dentro da umbanda é mágico e quebrar a magia, tentando deixa-la cética é um erro e uma abertura para o animismo e para a mente criar fantasias. 

Por tanto ao buscarmos conhecimento não devemos nunca naturalizar o sobrenatural, devemos respeitar o mistério, a magia e a espiritualidade da umbanda, pois ela é impalpável, ela é Imaterial.  E na próxima vez que você ouvir “Quem me protege não dorme” com uma imagem de internet, pense se realmente o Exu está mesmo preocupado com aquilo ou está fazendo seu verdadeiro trabalho, entidade não é amigo nosso, entidade é Guardião dos nossos caminhos.

Que Oxalá nos abençoe sempre



Saravá .'. Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 3 de outubro de 2017

CICLOS DA VIDA

Olá irmãos

Que a paz de Oxalá esteja com todos


Tudo na Vida é feita em ciclos, diversos ciclos aos mesmo tempo, giram em torno da vida terrena e na vida espiritual. Os Seres humanos desde novos são ensinados que tudo na vida é retilíneo, tudo é progressivo, tudo é melhoramento de algo já existente, são acostumados a agregar e colecionar sentimentos, pessoas e coisas. Nunca são acostumados a perder.
Mas perder faz parte, pois tudo é cíclico, nada é estável, um ciclo tem seu começo, seu ápice e seu fim, e é preciso aceitar e principalmente vivenciar o momento de cada ciclo.  Imaginem um campo fértil, nele temos plantado milho, se plantarmos abacaxis, não teremos espigas de abacaxi teremos na verdade nem o abacaxi e nem o milho pois um não pode crescer enquanto outro ocupa seu lugar. E assim é a vida, há momentos que tudo deve ser colhido, a terra deve ser queimada e preparada para um novo plantio. E a preparação para isso é dolorosa.

Um Ciclo não nasce, nem se fortalece, enquanto outro está perto de seu término. É preciso entendermos e sermos sábios para compreendermos e de certa forma aceitarmos um novo plantio. O fim de um ciclo não quer dizer a destruição total ou parcial, é apenas um término, nada é eterno, e entendermos isso nos faz leve e felizes.

O Ciclo mais doloroso chama-se vida, e por voltas, os familiares não conseguem lidar com o fim deste ciclo, muitos egoístas querem e se julgam detentores de direitos universais, mas saibam a morte nada mais é do que o fim de um ciclo e o começo de outro, porém um ciclo não começa enquanto outro não termina. É chegado o verdadeiro momento onde ciclos diariamente nascem e morrem, e você ser vivo precisa aprender a lidar com isso, se existe algum ciclo que hoje não lhe faz bem, entenda-o e modifique-o para que um novo ciclo mais feliz possa nascer.

Saibamos que o progresso vem do conflito, e sem conflito nada conquistamos, estejamos prontos e corajosos para enfrentarmos os ciclos da vida, pois assim quando ele estiver chegando ao fim, sem nenhum traço de vergonha, com humildade e principalmente com alegria possam aceitar este novo ciclo chamado “Eternidade”


Pelo Espírito “Mestre Svataiana”

 Que Oxalá nos abençoe sempre


 Saravá .'. Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ORIXÁ REGENTE DE 2018 - PLANETA REGENTE DE 2018

Olá irmãos

 Que a paz de Oxalá esteja com todos


Hoje vamos falar sobre a Regência de 2018, o Orixá Comandante de 2018 o Planeta regente de 2018.


2017 foi um ano regido por Oxóssi em todas as suas manifestação, isto é a "Essência" da natureza estava regente em nosso planeta, um ano conturbado, um ano obscuro e misterioso, assim como Ossaim o companheiro de Oxóssi, senhor dos mistérios espirituais. Porém em 2018 o ano será bem diferente.

o Ano de 2018 ainda estará  sob a regência do Planeta Júpiter que é o Planeta dos Justos. Júpiter tráz a correção, o julgamento e a limpeza espiritual que nosso planeta precisa nesse momento. 2018 será regido pelo Elemento Fogo, sendo o Orixá Xângo o grande Guardião Planetário e Regente Universal;
Mas não só Xangô, Iansã, Obá e Exu também estarão na atuação de 2018!

Xângo é o Orixá da Justiça, senhor soberano da Lei Espiritual, tem como seu Simbolo o Machado de dois gumes, cetro e prova de seu reinado Justo e Correto. Um Ano mais conservador, porém mais claro e realista. Um ano ótimo para uma reflexão interna.  Um Ano mais "Quente" e mais rápido porém estático.  A energia de Xângo, mesmo expansiva é estática, demorada e racional. Não será um ano fácil, Aos encarnado é ora de "Orai e Vigiai"

Um ano bom aos Justos, um ano onde máscaras cairão, a verdade aparecerá, doa a quem doer, um ano marcado por escândalos, porém é preciso entendermos que é preciso "Destruir o Campo para uma nova plantação"

A Palavra do Ano é "Justiça", pois neste ano todos seremos julgados, As pessoas estão mais suscetíveis a conservadorismos e diplomacias. Xangô quando não aceita suas vontades, ele as Impõem. Teremos um ano muito importante para o nosso ciclo espiritual.

A Cor de 2017 é o Vermelho, mesmo Xângo se utilizando do Marrom, a cor do fogo e todas as suas vertentes (Vermelho, Laranja, Vinho) serão as cores e regência. O Clima de 2018 será quente, porém teremos momentos de frio extremo. 2018 será o ano dos "Extremos". Além de Xangô, Iansã e Obá estarão influenciando, Iansã trazendo o movimento e obá trazendo a estruturação do ano,  Além de Exu, o Orixá do princípio, o Orixá do Fogo Cósmico estará atuante nos julgamentos espirituais, auxiliando Xangô nessa tarefa. a Regência de Exu será mais notada entre Maio a Agosto. Prova da regência de Xangô virá nos primeiros dias do ano com a erupção de um vulcão.


Por Pai Léo das Pedreiras


 Que Oxalá nos abençoe sempre



 Saravá .'. Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

CAMINHO... "Sim, seu caminho é a Umbanda enquanto você valorizar a experiência espiritual com os Orixás, Guias e Mensageiros do Astral que se desdobram em muitas formas para te auxiliar. Seu caminho é e sempre será a Umbanda, enquanto você acender uma vela e sentir que ela fala contigo, enquanto você escutar o som do atabaque e seu corpo aquecer num compasso de vibrações e arrepios, enquanto você sentir o aroma das ervas transmutadas em fumaça ao contato com a brasa incandescente e for acometido da sensação de estar sendo transportado para outro lugar, a Umbanda continuará sendo seu caminho enquanto o brado dos Caboclos te arrepiar, o silêncio dos Pretos Velhos te emocionar, o gracejo dos Baianos te alegrar, a sinceridade dos Exus te curvar, a simpatia das Pomba Giras te atrair e a ciranda dos Erês te relembrar que, apesar dos pesares, o mais importante é não perder a pureza das crianças. Sim, seu lugar é no Templo que frequenta, enquanto os espíritos regentes ainda forem referências de aprendizado, enquanto você sentir saudade ao final de cada gira, enquanto os objetivos espirituais e materiais também forem os seus objetivos, enquanto o sentimento de irmandade não se dissipar facilmente em momentos de atritos e conflitos naturais, enquanto você preservar o respeito e lealdade ao seu Sacerdote ." - Sr. Caboclo Tupinambá

EVENTOS QUE APOIAMOS

Abaixo Eventos, Festas, Ritos de parceiros do Blog. Se você leitor tiver algum evento contate em nosso email. ( paileodelpezzo@gmail.com)

Nossa Bandeira

Seguidores

Quem Passou por Aqui

Quem sou eu

Minha foto
Léo Del Pezzo, ou Pai Léo das Pedreiras. Médium Umbandista á 13 anos, consagrado Pai Espiritual.Dedica todo seu sacerdócio para levar o entendimento de conhecimentos esotéricos, filosófico e teologicos ,exaltando a "Umbanda"